Lucro da Nossa Caixa sobe 113,29% em 2008, para R$ 646,5 mi

Receitas da intermediação financeira cresceram 17,54%, e as operações de crédito tiveram alta de 15,79%

Aline Cury Zampieri, da Agência Estado,

26 de fevereiro de 2009 | 10h36

O Banco Nossa Caixa registrou lucro líquido de R$ 646,537 milhões em 2008, um aumento de 113,29% sobre os R$ 303,127 milhões do ano anterior, segundo o balanço consolidado da instituição financeira disponível na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). As receitas da intermediação financeira cresceram 17,54%, para R$ 7,741 bilhões, e as operações de crédito somaram R$ 3,454 bilhões, com alta de 15,79%.   Veja também: Juntos, Itaú e Unibanco lucraram R$ 10 bi em 2008 As medidas do emprego De olho nos sintomas da crise econômica  Dicionário da crise  Lições de 29 Como o mundo reage à crise   O banco registrou um resultado de operações com câmbio positivo de R$ 68,563 milhões no ano passado (resultado nulo em 2007 nessa linha), e a linha de resultado com instrumentos financeiros derivativos somou R$ 383 mil negativos, ante R$ 518 mil negativos em 2007. O resultado bruto da intermediação financeira foi de R$ 3,149 bilhões, com crescimento de 7,22%. O resultado operacional cresceu 157,7%, para R$ 124,169 milhões.   A Nossa Caixa espera que a carteira de crédito da instituição apresente neste ano um crescimento de 30%. A maior expansão devera ocorrer nas operações destinadas a pessoas jurídicas, em que a previsão é de um aumento entre 30% e 35%. Para a pessoa física, a projeção é que o total de empréstimos cresça entre 20% e 25%. Essas expectativas não incluem compras de carteiras de crédito.   No ano passado, a carteira da Nossa Caixa chegou a R$ 12,9 bilhões, um crescimento de 12,2% no trimestre e de 47,6% no ano. As operações para a pessoa física somaram R$ 9,9 bilhões, alta de 49,7% em 12 meses, e das pessoas jurídicas chegaram a R$ 3 bilhões, uma expansão de 40,9%.   O presidente da instituição, Milton Luiz de Melo Santos, afirmou que no ano passado foi feito um esforço para o aumento das operações de crédito junto a pessoa física, em especial os servidos públicos do Estado de São Paulo. Em março de 2007, a Nossa Caixa pagou R$ 2 milhões para fazer a gestão dessa folha de pagamentos por um prazo de cinco anos. Segundo o executivo, as operações com essa público já renderam uma receita bruta suficiente para cobrir o investimento.   No ano passado, a Nossa Caixa apresentou um lucro de 647 milhões, valor 113,3% maior do que o registrado em 2007. Esse desempenho foi possível graças à ativação de R$ 411 milhões em créditos tributários no segundo trimestre do ano passado. No quarto trimestre, o lucro foi de R$ 51 milhões, ante prejuízo de R$ 15 milhões entre outubro e dezembro de 2007.   Diferente de outras instituições, a Nossa Caixa decidiu não fazer uma grande elevação da provisão para créditos de devedores duvidosos, que passaram de R$ 761,86 milhões no terceiro trimestre para R$ 806,42 milhões no quarto trimestre.

Tudo o que sabemos sobre:
Nossa Caixabancos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.