Lucro da PDVSA cai 16% em 2006 para US$ 5,45 bi

A estatal Petróleos de Venezuela SA (PDVSA) informou que obteve lucro líquido de US$ 5,45 bilhões em 2006, 16% a menos que os US$ 6,48 bilhões registrado em 2005, de acordo com resultados publicados no site da companhia. A receita cresceu 20%, passando de US$ 82,9 bilhões para US$ 99,3 bilhões. Os dados divulgados no final de semana foram semelhantes aos resultados já publicados em março. A companhia não explicou por que apresentou dois conjuntos de números.Os impostos e royalties que o governo cobra da petrolífera aumentaram 38%, de US$ 13,3 bilhões para US$ 18,4 bilhões. O montante que o governo retira para gastar em programas sociais, que é separado da quantia acima, somou US$ 13,8 bilhões, o dobro dos US$ 6,9 bilhões de 2005.A PDVSA disse que os custos operacionais, que incluem royalties e impostos, mas não os gastos sociais, subiram para US$ 78,5 bilhões, 21% a mais que os US$ 65 bilhões do ano anterior. As compras de petróleo bruto e produtos totalizaram US$ 38,8 bilhões, 21% a mais que os US$ 32 bilhões de 2005. A receita com operações nacionais, relacionadas principalmente a extração e produção, foi de US$ 55,3 bilhões em 2006. A receita internacional, composta em sua maior parte de atividades de refino e distribuição, atingiu US$ 64,3 bilhões. As informações são da Dow Jones.

MARCÍLIO SOUZA, Agencia Estado

10 de setembro de 2007 | 14h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.