Lucro da Philips cai 75% no 1º trimestre

A Royal Dutch Philips Electronics NV teve forte queda em seu lucro líquido no primeiro trimestre, como esperado pelo mercado. Segundo a empresa, o incremento nos segmentos de cuidados com a saúde e iluminação compensou as vendas menores de televisores. O lucro líquido da companhia ficou em ? 219 milhões no período, 75% inferior aos ? 875 milhões no mesmo período do ano passado, abaixo das expectativas dos analistas, que eram de ? 273 milhões. O resultado do ano passado inclui os ganhos de ? 733 milhões na venda de sua participação na Taiwan Semiconductor Manufacturing Co. (TSM).A companhia sediada em Amsterdã, que fabrica uma extensa gama de produtos, de barbeadores e televisores a scanners médicos e diodos emissores de luz (LED), faturou ? 5,96 bilhões no período, acima dos ? 5,93 bilhões de um ano antes, em linha com as estimativas dos analistas.A Philips disse que o crescimento no segmento de cuidados com a saúde e iluminação compensou a queda nas vendas de televisores, mas que tem agido para melhorar a lucratividade de seus negócios de televisores através da aliança com a japonesa Funai Electric Co. (FUAIY) na América da Norte, anunciada na última semana, e por meio da otimização de sua base global de suprimentos.A empresa também disse que observou crescente aumento do segmento de cuidados com a saúde no primeiro trimestre, com alta de 5% nas vendas e de 9% nos pedidos de equipamentos, com crescimento de dois dígitos na América do Norte.O lucro antes de juros, impostos e amortização (ou ebita) ficou em ? 265 milhões, ante ? 370 milhões em igual período de 2007. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.