Lucro da Redecard cai 20,2% no 1o tri, a R$ 281,3 mi

A Redecard anunciou na quarta-feira lucro líquido de 281,3 milhões de reais no primeiro trimestre, um recuo de 20,2 por cento sobre igual período de 2010.

REUTERS

27 de abril de 2011 | 20h41

A companhia divulgou geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado de 464,9 milhões de reais, com margem de 34,7 por cento. Um ano antes, o Ebitda havia sido de 565,1 milhões de reais e a margem de 43,7 por cento.

Analistas consultados pela Reuters apontavam, em média, para um lucro líquido de 274 milhões de reais, com Ebitda de 459 milhões de reais.

A empresa obteve receita operacional líquida de 811,1 milhões de reais de janeiro a março, 0,6 por cento a mais que o faturamento de um ano antes.

O volume financeiro em operações com cartões de crédito subiu 28,7 por cento na comparação anual, a 34,1 bilhões de reais, enquanto o número de transações foi de 323,3 milhões após 263,6 milhões no primeiro trimestre de 2010.

Em cartões de débito, o volume financeiro cresceu 32,2 por cento, para 17,5 bilhões de reais, enquanto o número de transações somou no período 327,9 milhões, 29,4 por cento acima dos três meses encerrados em março do ano passado.

Enquanto isso, o custo total de serviços prestados somou 247,8 milhões de reais, crescendo 43,1 por cento na comparação anual.

(Por Bruno Marfinati)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSREDECARDRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.