Lucro da Siemens cai 67% no 2º tri do ano fiscal de 2008

A Siemens AG anunciou nesta quarta-feira que seu lucro líquido caiu 67% no segundo trimestre do ano fiscal de 2008, para 412 milhões de euros (US$ 641 milhões), ante 1,26 bilhão de euros no mesmo período de 2007, devido a problemas com seus projetos-chaves. A companhia disse ainda esperar um crescimento da receita no atual ano fiscal, que será encerrado em setembro, de duas vezes a taxa de crescimento do Produto Interno Bruto, e que o lucro operacional do grupo e o resultado das operações continuadas atingirão o mesmo nível do ano fiscal de 2007.O conglomerado acrescentou que a previsão exclui o impacto que pode surgir com questões regulatórias e legais e também com medidas que a Siemens pode tomar como parte do plano de reestruturação da empresa, incluindo redução de custos.O lucro operacional do grupo foi de 1,2 bilhão de euros (US$ 1,8 bilhão), queda de 32% em relação ao mesmo período do ano passado.A Siemens fez um alerta sobre o lucro em março, devido aos riscos em projetos chaves. Problemas como falta de mão-de-obra podem atrasar a finalização desses projetos, enquanto a alta dos preços das matérias-primas pode restringir as margens de lucro.A companhia disse que não espera riscos adicionais significantes provenientes de revisão de projeto e que teve dívidas de 857 milhões de euros no segundo trimestre.A Siemens afirmou que as encomendas totalizaram 23,37 bilhões de euros (US$ 36,36 bilhões) no período, alta de 12% ante o ano passado. A receita da companhia foi de 18,09 bilhões de euros (US$ 28,15 bilhões), quase a mesma registrada um ano antes. Os analistas esperavam 22,4 bilhões em encomendas e uma receita de 19,31 bilhões. O lucro operacional do grupo era estimado em 976 milhões de euros e o lucro líquido em 351 milhões de euros. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.