Lucro da Telefónica cresceu 22% no 4º tri para US$ 3,3 bilhões

Ganhos superam estimativas de analistas; ações da companhia subiam mais de 1% após o anúncio

Cyinthia Decloedt, da Agência Estado,

26 de fevereiro de 2010 | 08h09

A companhia espanhola Telefónica, maior empresa europeia de telecomunicações em termos de capitalização de mercado, anunciou nesta sexta-feira que seu lucro líquido subiu no quarto trimestre, refletindo impostos menores e a venda de participação em um ativo, o que ajudou a amenizar a estagnação das receitas na maior parte de seus mercados.

 

A Telefónica informou alta de 22% em seu lucro líquido no quarto trimestre para 2,44 bilhões de euros (US$ 3,32 bilhões), superando a previsão dos economistas de lucro em 2,3 bilhões de euros. As ações da Telefónica reagiram em alta ao anúncio e subiam mais de 1% na Bolsa de Madri.

 

A Telefónica disse que o lucro operacional antes de depreciação e amortização avançou 1,4% no quarto trimestre, para 5,98 bilhões de euros (US$ 8,15 bilhões), enquanto as receitas totais avançaram 1,2% para 14,98 bilhões de euros (US$ 20,40 bilhões). A venda de sua participação na unidade Medi Telecom, da Moroccan, adicionou 220 milhões de euros ao lucro operacional antes de depreciação e amortização.

 

O resultado da companhia espanhola foi beneficiado também por um ganho intangível de 591 euros no trimestre. No começo do mês, a Telefonia informou que usaria a lei espanhola que oferece dedução fiscal para companhias que fizeram compras no exterior antes de 2007.

 

A Telefónica reiterou suas projeções de lucro por ação de 2,10 euro para 2010 e crescimento de 1% a 4% das receitas em comparação ao ano anterior. O lucro operacional antes de depreciação e amortização deverá crescer entre 1% e 3%, na comparação com o ano anterior, segundo a empresa. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
Telefónica, lucro, alta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.