Lucro da Telemar sobe 38,66% para R$ 282,6 milhões

A Telemar (TNL) encerrou o segundo trimestre deste ano com lucro líquido de R$ 282,6 milhões, equivalente a um aumento de 38,66% sobre os R$ 203,8 milhões de igual período do ano passado. A receita líquida teve queda de 1,48%, para R$ 4,062 bilhões. Os custos e despesas operacionais somaram R$ 2,500 bilhões, com ligeira alta de 1,66%. Os gastos com serviços prestados subiram 23,18% no intervalo, para R$ 791,2 milhões; as despesas gerais e administrativas tiveram aumento de 30%, para R$ 253 milhões; e o custo das mercadorias vendidas foi reduzido em 44,1%, para R$ 140,2 milhões.O Ebitda (quanto a empresa gera de recursos apenas em sua atividade, sem levar em consideração os efeitos financeiros e de impostos) da empresa teve queda de 6,19%, passando de R$ 1,664 bilhão para R$ 1,561 bilhão na comparação entre os períodos. A margem da geração operacional de caixa diminui de 40,4% para 38,4%. A equivalência patrimonial trouxe perda de R$ 70,0 milhões, enquanto o mesmo intervalo de 2005 registrou ganho de R$ 3,9 milhões nesta conta. As despesas financeiras líquidas foram de R$ 374,9 milhões, o que representa queda de 6,48% sobre os R$ 400,9 milhões gastos no mesmo intervalo do ano passado.A companhia teve perda não operacional de R$ 9,3 milhões no segundo trimestre, frente a ganho de R$ 12 milhões entre março e junho de 2005. O imposto de renda e a contribuição social pagos pela operadora passaram R$ 96,4 milhões para R$ 112 milhões. As participações minoritárias somaram R$ 67 milhões, frente a R$ 101,3 milhões. Em 30 de junho, o patrimônio líquido da empresa estava em R$ 8,406 bilhões. Todos os dados são consolidados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.