Lucro da Tyson supera expectativa com ajuda de preços mais altos de carnes

A Tyson Foods, maior processadora de carnes dos Estados Unidos, teve um lucro maior que o esperado no último trimestre, com a ajuda de preços mais elevados para carnes bovina e suína, informou a empresa nesta segunda-feira.

REUTERS

17 de novembro de 2014 | 15h55

As ações da Tyson tinham alta de mais de 5 por cento, por volta das 13h40 (horário de Brasília), depois que a companhia projetou lucros em 2015 que superariam as projeções do mercado devido em parte a menores custos da ração para bois e suínos.

A substituição de carne bovina e suína, onde a oferta está apertada, por carne de frango, mais barata, deverá continuar. Além disso, uma redução recente nos preços dos combustíveis permitirá aos consumidores guardarem mais dinheiro para gastar em restaurantes, destacou o presidente-executivo Donnie Smith em uma conferência com analistas.

O lucro líquido da Tyson caiu quase pele metade, para 137 milhões de dólares, ou 0,35 dólar por ação, para o trimestre encerrado em 27 de setembro. Ainda assim, o lucro excluindo-se custos de aquisição de outras companhias e outros itens chegou a 0,87 dólar por ação, superando as projeções do mercado, de 0,76 dólar, segundo o Thomson Reuters I/B/E/S.

A Tyson projetou lucro ajustado de 3,30 a 3,40 dólares por ação no ano fiscal terminado em setembro de 2015, contra expectativa média de analistas de 3,33 dólares por ação.

(Por Ramkumar Iyer em Bangalore, e Lisa Baertlein em Los Angeles)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSCARNESTYSON*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.