Lucro da Vale do Rio Doce cresce 69,3% no 1º trimestre

A Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) obteve no primeiro trimestre de 2005 lucro líquido no valor de R$ 1,615 bilhão, o que corresponde a lucro por ação de R$ 1,40. O lucro líquido do período apresenta crescimento de 69,3% frente aos R$ 954 milhões registrado no primeiro trimestre de 2004.O retorno sobre o patrimônio líquido, calculado usando o lucro do trimestre anualizado, foi 32,7%, contra 24,7% no primeiro trimestre do ano passado. A receita bruta nos primeiros três meses do ano foi de R$ 7,052 bilhões, com aumento de 18,9% em relação ao período anterior.As exportações consolidadas chegaram a US$ 1,336 bilhão, superando em 22,8% o valor registrado no primeiro trimestre do ano passado. O desempenho das vendas externas da Companhia consolida sua posição como maior exportadora do Brasil. As exportações líquidas (exportações menos importações) foram de US$ 1,095 bilhão, registrando incremento de 17,5% em relação ao mesmo período de 2004. A contribuição da Vale para o saldo da balança comercial brasileira continua extremamente relevante, sendo responsável por 13,2% do significativo superávit de US$ 8,3 bilhões obtido neste trimestre.A performance operacional, medida pelo Ebit (lucro antes de despesas financeiras e impostos), foi de R$ 2,376 bilhões, 33,5% superior à do primeiro trimestre de 2004, de R$ 1,780 bilhões. A margem operacional foi de 35,3%, acima da obtida no período anterior, de 31,4%. A geração de caixa, medida pelo Ebitda (lucro antes de despesas financeiras, impostos, depreciação e amortização), foi de R$ 2,849 bilhões, com aumento de 17,0% em relação aos primeiros três meses de 2004.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.