Lucro da WorldCom caiu 44% no 4º trimestre

A norte-americana WorldCom, acionista controladora da Embratel Participações, reportou lucro líquido de US$ 726 mi, ou US$ 0,25 por ação, no quarto trimestre de 2000, um resultado 44% inferior ao ganho de US$ 1,3 bi, ou US$ 0,44 por ação, obtido no mesmo período de 1999. Os números ficaram dentro do previsto pelos analistas de Wall Street. O faturamento total do conglomerado aumentou 3,3%, para US$ 9,6 bi, de US$ 9,3 bi no mesmo intervalo de 1999. O recém-formado MCI Group, que incorporou, basicamente, os serviços de longa distância para o consumidor, reportou um declínio de 10% em seu faturamento, para US$ 3,8 bi, de US$ 4,2 bi no ano anterior. No final deste ano, a WorldCom planeja lançar no mercado uma tracking stock (ação independente de uma unidade) do MCI Group para alavancar o desempenho dos papéis da sociedade controladora. Os executivos acreditam que o cadente desempenho dos serviços para consumidores tem ofuscado a performance de outras áreas com forte crescimento. As ações da Worldcom (WCOM), a sociedade controladora, caíram mais de 60% no último ano. A unidade WorldCom Group, que reúne as operações com forte ritmo de crescimento, teve um desempenho bem diferente do MCI Group. O faturamento cresceu 15%, para US$ 5,9 bi no quarto trimestre. A performance foi impulsionada pela expansão anual de 28% das receitas com serviços de transmissão de dados e Internet e de 29% das operações internacionais. As informações são das agências internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.