Lucro de empresas cai e RF arrecada menos IRPJ e CSLL

A desaceleração do crescimento da arrecadação da Receita Federal tem sido puxada pelo fraco desempenho do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). Com o crescimento mais lento da economia brasileira, as empresas estão tendo menos lucratividade e recolhendo menos IRPJ e CSLL.

ADRIANA FERNANDES, Agencia Estado

27 de agosto de 2012 | 12h01

Dados divulgados nesta segunda-feira pela Receita Federal mostram que a arrecadação do IRPJ e do CSLL já está R$ 5,026 bilhões menor do que a verificada no mesmo período do ano passado, registrando uma queda de 4,46%. Os dados mostram que a arrecadação de janeiro a julho dos dois tributos foi de R$ 107,743 bilhões ante R$ 112,769 bilhões, no mesmo período do ano passado.

O desempenho desfavorável da arrecadação do IRPJ e da CSLL fez diminuir o crescimento da arrecadação acumulada no ano, que passou de 3,66%, até junho, para 1,89%. Também contribuiu para a queda do crescimento da arrecadação a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide-combustível) e o Imposto sobre Produto Industrializado (IPI).

A arrecadação da Cide-combustível já apresenta uma redução de 50,66% em relação ao acumulado de janeiro a julho do ano passado. O governo arrecadou R$ 2,838 bilhões a menos de Cide-combustível no período. Essa queda decorre da redução da alíquota da Cide da gasolina e do diesel. Refletindo as desonerações tributárias, a arrecadação do IPI está R$ 2,49 bilhões menor do que nos sete primeiros meses do ano passado, registrando uma queda de 12,22%.

Tudo o que sabemos sobre:
ReceitaarrecadaçãojulhoIRPJCSLL

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.