Lucro do BC é o maior para um semestre desde 2008

O resultado financeiro do Banco Central no primeiro semestre deste ano, de R$ 12,3 bilhões, foi o maior para um período de seis meses desde 2008, quando a autoridade monetária começou a contabilizar as operações de equalização cambial. A comparação foi feita nesta quinta-feira pelo diretor de administração do Banco Central, Altamir Lopes. "É o resultado mais alto para o Banco Central", afirmou.

CÉLIA FROUFE E RENATA VERÍSSIMO, Agencia Estado

23 de agosto de 2012 | 17h45

Segundo o diretor, o balanço do BC no primeiro semestre decorre dos ganhos líquidos obtidos com moeda estrangeira e a redução dos custos do banco com a diminuição da taxa básica de juros, reduzindo o passivo da instituição. "Isso também contribuiu para resultado melhor das contas do Banco Central", disse Lopes.

O diretor lembrou que, no período, a depreciação cambial foi de 7,76%, com o dólar passando de R$ 1,8775 em dezembro do ano passado para R$ 2,021 em junho deste ano. O diretor salientou que a transferência dos R$ 12,3 bilhões tem de ser feita em até 10 dias úteis para a conta única do Tesouro Nacional. Ele comentou que, quando o resultado do BC é negativo e é o Tesouro que precisa repassar o montante para a instituição, essa transferência não é automática, pois o valor precisa constar do orçamento.

Tudo o que sabemos sobre:
BClucrorecorde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.