Lucro do Bradesco cai 15,11% até setembro

O Bradesco obteve lucro líquido de R$ 1,324 bilhão nos nove primeiros meses do ano, com queda de 15,11% frente ao apurado em igual período de 2001. As receitas da intermediação financeira totalizaram R$ 28,892 bilhões no período, com aumento de 53,63%, e o resultado bruto da intermediação fechou em R$ 7,617 bilhões, avançando 34,16%. O montante relativo a provisões para créditos de liquidação duvidosa cresceu 61,08% até setembro, para R$ 2,239 bilhões. As receitas com operações de câmbio subiram 124,11%, atingindo R$ 4,350 bilhões. O banco registrou R$ 6,183 bilhões como "outras despesas operacionais", volume 44,66% maior frente aos nove primeiros meses do ano passado. O lucro operacional evoluiu 2,18%, para R$ 1,433 bilhão.O resultado não operacional passou de R$ 47,532 milhões negativos para um ganho de R$ 131,538 milhões. O lucro por ação foi de R$ 0,00093 no acumulado em nove meses. Em 30 de setembro passado, o patrimônio líquido da instituição era de R$ 10,500 bilhões e o valor patrimonial da ação estava em R$ 0,00735. Todos os dados são consolidados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.