Lucro do Bradesco cresce 13,61%

O Bradesco fechou o primeiro semestre deste ano com lucro líquido de R$ 1,027 bilhão, mostrando crescimento de 13,61% sobre os R$ 904,238 milhões de igual período do ano passado. A receita de intermediação financeira totalizou R$ 12,181 bilhões, com queda de 6,42%. O resultado com operações de câmbio saiu de R$ 1,580 bilhão, no primeiro semestre de 2002, para R$ 267,651 milhões, de janeiro a junho deste ano. O banco reverteu a perda de R$ 795,253 milhões do resultado das operações com instrumentos financeiros derivativos dos seis primeiros meses do ano passado, para ganho de R$ 13,157 milhões no primeiro semestre de 2003.O resultado bruto da intermediação financeira totalizou R$ 4,588 bilhões, com alta de 36,66% sobre os R$ 3,357 bilhões de igual intervalo de 2002. O resultado operacional teve crescimento de 73%, para R$ 1,999 bilhão. Em 31 de junho, o patrimônio líquido do banco era de R$ 12,522 bilhões. Todos os dados são consolidados. O Bradesco banco múltiplo teve lucro de R$ 0,65 por lote de mil no primeiro semestre.O Bradesco registrou um retorno anualizado sobre patrimônio líquido final de 17,08% no primeiro semestre do ano, frente a 18,67% do primeiro semestre de 2002. O retorno sobre o patrimônio líquido médio foi de 18,66% no período, comparado a 19,12% em igual período do ano passado.. Somente no segundo trimestre de 2003, o retorno anualizado sobre patrimônio líquido final ficou em 17,66%. Nos seis primeiros meses do ano, o retorno sobre os ativos totais alcançou 1,33%, frente a 1,46% entre janeiro e junho de 2002.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.