Lucro do Bradesco cresce 26,9%, para R$ 1,530 bilhão

O banco Bradesco apresentou lucro líquido de R$ 1,530 bilhão no primeiro trimestre do ano, com crescimento de 26,9% em relação ao resultado de R$ 1,205 bilhão do mesmo período de 2005. O lucro também foi 4,6% maior que o do quarto trimestre do ano passado (R$ 1,463 bilhão).A rentabilidade sobre o patrimônio líquido médio ficou em 34,6%, com ligeiro recuo em relação aos 34,7% do mesmo intervalo de 2005. As receitas da intermediação financeira somaram R$ 9,081 bilhões, com expansão de 12,0%. As despesas da intermediação caíram 7,0%, para R$ 3,821 bilhões, e o resultado bruto da intermediação subiu 28,5%, para R$ 4,322 bilhões.A provisão para créditos de liquidação duvidosa ficou em R$ 938 milhões no trimestre, o que significa elevação de 47,7% na comparação com o mesmo período de 2005. A receita de prestação de serviços atingiu R$ 2,040 bilhões, com aumento de 22,8%. O banco obteve lucro operacional de R$ 2,497 bilhões no trimestre, uma alta de 57,6%. No final de março, o patrimônio líquido do banco estava em R$ 20,375 bilhões, 23,20% superior ao do mesmo mês de 2005.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.