Lucro do Bradesco cresce 90%, para R$ 1,430 bilhão

O Bradesco registrou lucro líquido de R$ 1,430 bilhão no terceiro trimestre do ano, o que representa crescimento de 90,07% em relação aos R$ 752,394 milhões do mesmo período de 2004. O resultado acumulado nos nove primeiros meses do ano ficou em R$ 4,051 bilhão, com evolução de 102,3% na comparação com igual intervalo de 2004. O retorno anualizado sobre o patrimônio líquido médio foi de 36,5% no terceiro trimestre, contra 38,1% no segundo. A rentabilidade anualizada no período de nove meses ficou em 33,6%, contra 20% de janeiro a setembro do ano passado. No final do trimestre, o patrimônio líquido do Bradesco estava em R$ 18,262 bilhões. A receita da intermediação financeiro atingiu R$ 8,533 bilhões, com expansão de 54,44% em relação ao terceiro trimestre de 2004. As despesas da intermediação financeira somaram R$ 4,035 bilhões, avançando 49,50%. Assim, o resultado bruto ficou em R$ 3,958 bilhões, subindo 40,11%. As receitas de prestação de serviços somaram R$ 1,918 bilhão, com avanço de 31,91% em relação ao terceiro trimestre de 2004. O resultado operacional do banco cresceu 93,63% e alcançou R$ 2,250 bilhões de julho a setembro deste ano. Os dados são consolidados.

Agencia Estado,

07 Novembro 2005 | 08h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.