Lucro do Bradesco sobe no 4º tri e bate recorde no ano

O Bradesco anunciou nesta segunda-feira alta de 10,9% no lucro líquido do quarto trimestre e recorde no resultado anual. O balanço foi influenciado pelo crescimento na carteira de empréstimos para pessoas físicas. No acumulado de 2006, o lucro líquido recorrente totalizou R$ 6,36 bilhões, contra ganho de R$ 5,51 bilhões no exercício anterior, que já havia sido recorde. Incluindo efeitos de amortizações de ágios do primeiro semestre, o lucro anual somou R$ 6,65 bilhões. No quarto trimestre, o lucro líquido recorrente ajustado somou R$ 1,62 bilhão, contra R$ 1,46 bilhão um ano antes. Analistas consultados pela Reuters previam lucro líquido de R$ 1,71 bilhões para o Bradesco nos três últimos meses de 2006. O retorno sobre patrimônio líquido médio anualizado, um importante indicador de lucratividade, foi de 30% em 2006, contra 32,1% em 2005. No trimestre, esse indicador ficou em 32,3%, ante 35,3% no último trimestre do ano anterior. A carteira de crédito somou R$ 96,2 bilhões no ano, alta de 18,6% na comparação com 2005. Incluindo avais, fianças e valores a receber de cartões de crédito, a carteira somou R$ 116,2 bilhões, alta de 24,2% na mesma comparação. Mas esse crescimento da carteira veio acompanhado por um aumento na provisão para dívidas de difícil recuperação (PDD), que somou R$ 6,64 bilhões no final de 2006, contra R$ 4,96 bilhões um ano antes. De acordo com o balanço, o Bradesco pretende aumentar sua carteira de crédito ao longo deste ano. "Em um cenário de taxa de juro declinante, que tende a se manter em 2007, ambiciona incrementar a carteira de crédito entre 20% e 25%, com ênfase às operações voltadas a pessoas físicas, ao consumo e à produção". Os empréstimos a clientes pessoa física tiveram expansão de 19,2% no ano. Enquanto isso, financiamentos a pessoas jurídicas cresceram 18,2% em 2006 na comparação com 2005. A receita com prestação de serviços alcançou R$ 8,9 bilhões, avanço de 21,1% sobre 2005, quando o banco obteve receitas de R$ 7,3 bilhões. Nos três últimos meses de 2006, o Bradesco teve faturamento com serviços de R$ 2,42 bilhões. O Índice de eficiência operacional acumulado em 2006 foi de 42,1%, ante 45,6% no ano anterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.