Lucro do Credit Agricole cai 66% no 1º trimestre

O Credit Agricole confirmou nesta quinta-feira uma queda de 66% no lucro líquido no primeiro trimestre do ano e disse que fará um aumento de capital de 5,9 bilhões de euros (US$ 9,12 bilhões) para reforçar sua posição financeira. O lucro líquido caiu para 892 milhões de euros (US$ 1,37 bilhão) no período, ante os 2,66 bilhões de euros do ano passado.O terceiro maior banco da França por valor de mercado disse que registrou 1,25 bilhão de euros (US$ 1,93 bilhão) em prejuízos relacionados ao portfólio subprime nos primeiros três meses do ano, além das perdas de 4,3 bilhões de euros em 2007. A soma inclui um custo de risco de 44 milhões de euros que não aparece na parte do balanço referente à receita.Com o resultado da deterioração das condições do mercado, o Credit Agricole confirmou seus planos de um aumento de capital e de reestruturação do seu banco de investimentos Calyon. O Credit Agricole apresentará mais detalhes sobre as mudanças em setembro.O aumento de capital está previsto para o início do verão (no Hemisfério Norte), de acordo com as condições do mercado. Os bancos regionais, que possuem cerca de 45% do Agricole, vão subscrever o aumento de capital.O Credit Agricole, o maior banco de varejo francês, também disse que pretende reduzir custos e vender até 5 bilhões de euros em ativos nos próximos 18 meses.O banco, um tradicional financiador da área agrícola, reiterou sua posição de não fazer nenhuma nova grande aquisição. As informações são da Dow Jones

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.