Lucro do Itaú cresce 19,80%, para R$ 3,776 bi em 2004

O Banco Itaú Holding Financeira registrou lucro líquido de R$ 3,776 bilhões no ano passado, o que representa um crescimento de 19,80% em relação aos R$ 3,152 bilhões de 2003. As receitas da intermediação financeira somaram R$ 17,271 bilhões, com evolução de 20,28%. As despesas da intermediação financeira subiram 75,64%, para R$ 6,144 bilhões, e o resultado bruto da intermediação avançou 10,58%, chegando a R$ 10,200 bilhões.As operações de crédito e arrendamento mercantil totalizaram no ano passado R$ 9,363 bilhões, crescendo 28,52%, e o resultado de títulos e valores mobiliários alcançou R$ 5,960 bilhões, com elevação de 21,06%. A provisão para crédito de liquidação duvidosa foi de R$ 1,582 bilhão, o que significa queda de 28,32% em relação a 2003. As receitas de prestação de serviços atingiram o montante de R$ 6,165 bilhões no ano passado, com recuo de 20,39%.O banco obteve lucro operacional em 2004 de R$ 7,342 bilhões, contra R$ 5,714 bilhões no ano anterior. Em 31 de dezembro, o patrimônio líquido do Itaú estava em R$ 13,971 bilhões, com expansão de 17,6% no ano.Rentabilidade sobre o patrimônio foi de 27%O Itaú apresentou rentabilidade sobre o patrimônio líquido de 27,0% no ano passado, acima do retorno de 26,5% registrado em 2003. O índice de eficiência do banco ficou em 52,4%, calculado conforme critérios internacionais, e apresentou melhoria significativa em relação aos 54,2% de 2003.Segundo o banco, esse desempenho reflete o esforço de toda a organização para o controle de custos e o aumento de receitas. A instituição encerrou o ano com ativos consolidados de R$ 130,339 bilhões, o que representa evolução de 9,8% em relação ao ano anterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.