Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Lucro do Itaú tem 1ª queda anual desde 2012

Banco registrou ganho de R$ 22,1 bilhões no ano passado, um recuo 7% em relação ao ano anterior

Aline Bronzati, O Estado de S.Paulo

07 de fevereiro de 2017 | 07h44
Atualizado 07 de fevereiro de 2017 | 09h56

O Itaú Unibanco registrou lucro líquido de R$ 5,817 bilhões no quarto trimestre de 2016, montante 1,78% maior que o identificado um ano antes, de R$ 5,715 bilhões, e 4% superior aos três meses anteriores. Em 2016, os ganhos do banco somaram R$ 22,150 bilhões, cifra 7% menor que a do ano anterior, de R$ 23,816 bilhões. Pesou, conforme o banco, o aumento de 9,7% das provisões para créditos de liquidação duvidosa (PDDs), uma espécie de proteção contra calotes. A última vez que o lucro líquido do Itaú encolheu no ano foi em 2012.

O presidente do banco, Roberto Setubal, afirmou, que o contexto econômico desafiador do País impactou o lucro do banco no ano passado. Apesar disso, conforme o executivo, o resultado veio em linha com a expectativa anunciada. "Em 2016, o contexto econômico desafiador do país impactou o lucro do banco, levando-o a uma redução, em linha com nossa expectativa divulgada no início do ano", disse Setubal, em nota à imprensa.

A carteira de crédito total ajustada da instituição atingiu R$ 598,4 bilhões ao final de dezembro de 2016, alta de 2,2% em relação a dezembro de 2015. Segundo o banco, a incorporação do CorpBanca, do Chile, contribui com cerca de 13% dos empréstimos. Crédito imobiliário e consignado (com desconto em folha) representam 45,1% do total emprestado para pessoas físicas no Brasil ante 21,0% em 2012. O banco destaca, em nota, que a evolução é resultado da sua estratégia priorizar ativos de menor risco.

Para este ano, o executivo espera que a economia retome o crescimento. "O banco está pronto e bem capitalizado para apoiar esse crescimento com ampliação da oferta de crédito, e continuará focado em atender as demandas dos nossos clientes por produtos e serviços, com grande ênfase nas plataformas digitais de atendimento e negócios", acrescenta Setubal.

De acordo com o Itaú, há oito anos cerca de 74% das transações eram feitas por canais tradicionais. Hoje, esse cenário mudou, com as transações digitais  correspondendo a 73% do total. O Itaú contava ao final de 2016 com 135 agências digitais. Recentemente o banco lançou o aplicativo AbreContas, pelo qual é possível abrir uma conta corrente de forma totalmente online. Até o final de 2016, foram abertas aproximadamente 63 mil contas correntes pelo aplicativo. 

Ativos. Os ativos totais do Itaú alcançaram R$ 1,426 trilhão no quarto trimestre de 2016, crescimento de 1,9% em relação aos três meses anteriores, de R$ 1,399 trilhão. Em um ano, quando estava em R$ 1,475 trilhão, foi visto recuo de 3,3%.

Seu patrimônio líquido ficou em R$ 115,590 bilhões de outubro a dezembro, aumento de 8,6% em 12 meses e 0,8% na comparação com o trimestre imediatamente anterior. O retorno recorrente sobre o patrimônio líquido médio anualizado (ROE) foi a 20,7% no quarto trimestre contra 19,9% no terceiro. Em um ano, estava em 22,1%. Em 2016, a rentabilidade do Itaú foi a 20,3%, 3,6 pontos porcentuais abaixo da vista em 2015, de 23,9%.

Corpbanca. O Itaú publicou ainda lucro líquido divulgado, que considera o efeito Corpbanca, banco adquirido no Chile, de R$ 5,543 bilhões no último trimestre do ano passado, redução de 2,72% em relação ao mesmo intervalo de 2015, de R$ 5,698 bilhões. Em comparação com o terceiro trimestre, que era de R$ 5,394 bilhões, cresceu 2,76%.

As principais diferenças entre o lucro líquido e o resultado recorrente, conforme explica o banco em relatório que acompanha suas demonstrações financeiras, foram ajuste no valor de ativos para adequação ao provável valor de realização no montante de R$ 172 milhões, amortização de ágio de R$ 133 milhões, provisão para contingências, dentre outros.

No ano de 2016, o lucro divulgado do Itaú ficou em R$ 21,639 bilhões, declínio de 7,37% em relação a 2015, quando totalizou R$ 23,360 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
ItaúChile

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.