Lucro do Santander cresce 26% no 1º trimestre

O banco espanhol Santander, que no Brasil é controlado pelo Banespa, obteve, no primeiro trimestre do ano, um crescimento de 26% no lucro, em comparação ao mesmo período do ano passado. Com o incremento, o montante chegou a 1,493 bilhão de euros (US$ 1,791 bilhão). O avanço, segundo a empresa, foi impulsionado, principalmente, pelo crescimento das regiões ibero-americana, com 47% de avanço, e do Reino Unido, com 67%. Na Europa continental, os resultados foram mais modestos: 19%. No entanto, a área ainda é responsável por 51% do lucro do grupo (898 milhões de euros, ou US$ 1,077 bilhão), contra 35% de região ibero-americana (618 milhões de euros, ou US$ 741 milhões) e 14% do Reino Unido (244 milhões de euros, ou US$ 292 milhões). O setor de Gestão Financeira e Participações registrou perdas de 267 milhões de euros (US$ 320 milhões). O grupo conseguiu um aumento de 18,4% no crédito e de 16,4% nos recursos administrados de clientes, aumentando assim em 23,5% a receita por comissões. A evolução dos negócios permitiu ao grupo aumentar a receita em quase 20%. Os custos, por sua vez, cresceram apenas 9,8%.

Agencia Estado,

28 Abril 2006 | 10h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.