Lucro do Santander no Brasil caiu 31% no 1º trimestre

Depois de vários trimestres de crescimento acelerado, o lucro líquido do Santander nas operações brasileiras recuou nos primeiros três meses deste ano. Segundo balanço divulgado ontem, o ganho da instituição, que até o fim do ano deve incorporar os ativos do ABN Amro Real, caiu 31% de janeiro a março, comparado a igual período do ano passado, de R$ 559 milhões para R$ 388 milhões.Entre as explicações para o resultado menor está a queda das receitas de Títulos e Valores Mobiliários (TVM) e instrumentos financeiros derivativos. No primeiro trimestre de 2007, o resultado das operações de TVM, por exemplo, somou R$ 1,57 bilhão. Neste ano, recuou para R$ 1,33 bilhão. ?Os primeiros meses do ano passado foram excepcionais. Mesmo assim, o resultado de agora pode ser considerado muito positivo?, afirmou o presidente da instituição, José Paiva Ferreira.Ele destacou que o lucro do Brasil contribuiu com 12% do resultado do grupo no mundo, de 2,206 bilhões de euros, divulgado ontem. No último trimestre de 2007, essa participação era de cerca de 11%. O executivo ressaltou ainda que, apesar de o lucro ter caído, o resultado das operações com clientes subiu 24%, para R$ 269 milhões no trimestre. Esse ganho foi atribuído à conquista de 1 milhão de clientes, à venda de novos produtos da instituição e à expansão de 21% da carteira de crédito. O estoque de empréstimos e financiamentos somou R$ 45,96 bilhões em março. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.