finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Lucro do Santander subiu 43% em 2000

O Banco Santander Central Hispano informou que seu lucro cresceu 43% em 2000, refletindo a ampliação dos ganhos da instituição com créditos concedidos na Espanha e o aumento de seus negócios na América Latina. O lucro líquido do banco, o maior da Espanha, ficou em 2,26 bi de euros (US$ 2,1 bi), no ano passado, ou 0,54 euro por ação, de 1,58 bi de euros em 1999. O resultado ficou dentro das estimativas dos analistas. O lucro líquido do BSCH subiu 69%, para 616 mi de euros, no quarto trimestre de 2000, quando comparado a igual período de 1999. Os números do BSCH foram beneficiados pelo crescimento econômico de 4% da Espanha, que ampliaram a demanda de crédito para compra de carros e residências. Os negócios da instituição na América Latina foram alavancados por aquisições no México, Venezuela e, principalmente, no Brasil, onde o BSCH comprou por US$ 4,8 bi o Banespa. O BSCH investiu mais de US$ 15 bi na região para tornar-se o banco estrangeiro com maior presença na América Latina. As informações são das agências internacionais e do site do BSCH (www.bsch.es).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.