carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Lucro do Unibanco cai 1,69%

O Unibanco obteve lucro líquido de R$ 218,321 milhões no primeiro trimestre deste ano, com queda de 1,69% frente a igual período de 2002. A receita da intermediação financeira cresceu 12,45%, para R$ 2,908 bilhões, e o resultado bruto da intermediação fechou em R$ 1,214 bilhão (+16,14%). A provisão para perdas com créditos recuou 31,97%, para R$ 283,853 milhões. As despesas operacionais aumentaram 15,38% no intervalo, para R$ 756,178 milhões. O ganho operacional somou R$ 458,456 milhões, com alta de 17,40%. O resultado não operacional foi positivo em R$ 9,539 milhões nos três primeiros meses do ano, revertendo prejuízo de R$ 5,485 milhões apurado em igual período de 2002. O lucro por ação ficou em R$ 0,00158. Em 31 de março passado, o patrimônio líquido da instituição era de R$ 6,716 bilhões e o valor patrimonial da ação estava em R$ 0,04869. Os dados são consolidados.Unibanco HoldingsO Unibanco Holdings fechou o primeiro trimestre deste ano com lucro líquido de R$ 132,199 milhões, mostrando queda de 0,89% sobre os R$ 133,381 milhões de igual intervalo de 2002. O lucro por ação ficou em R$ 0,00159. A receita líquida de vendas e/ou serviços subiu 16,15%, para R$ 1,215 bilhão. As despesas operacionais totalizaram R$ 756,208 milhões, com aumento de 15,26%. O resultado de equivalência patrimonial caiu 2,81%, para R$ 1,975 milhão. O resultado operacional registrou crescimento de 17,64%, totalizando R$ 458,931 milhões. O Unibanco Holdings teve ganho não operacional de R$ 9,539 milhões, ante perda não operacional de R$ 5,485 milhões. Em 31 de março, o patrimônio líquido da companhia era de R$ 4,052 bilhões. O valor patrimonial por ação estava em R$ 0,04872. Todos os dados também são consolidados.

Agencia Estado,

12 de maio de 2003 | 09h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.