Lucro do Unibanco cresce 48,69% no segundo trimestre

O Unibanco apresentou lucro líquido de R$ 452,935 milhões no segundo trimestre do ano, com crescimento de 48,69% em relação ao mesmo período de 2004. O resultado do semestre foi de R$ 854,224 milhões, o que representa elevação de 47,09% na comparação com os seis primeiros meses do ano passado. As receitas da intermediação financeira somaram R$ 3,580 bilhões no segundo trimestre, subindo 11,70%. As operações de crédito caíram 4,14%, para R$ 1,992 bilhão, e o resultado de títulos e valores mobiliários recuou 10,76%, para R$ 797,369 milhões.As despesas da intermediação financeira no período de abril a junho foram de R$ 1,900 bilhão, com queda de 13,04% em relação ao segundo trimestre de 2004. Assim, o resultado bruto da intermediação, de R$ 1,679 bilhão, mostrou expansão de 64,77%. As receitas de prestação de serviços somaram R$ 793,794 milhões, com recuo de 3,21% na comparação com o segundo trimestre do ano passado. O resultado operacional avançou 70,60%, para R$ 683,610 milhões. No final de junho, o patrimônio líquido do Unibanco estava em R$ 8,659 bilhões. Todos os dados são consolidados.

Agencia Estado,

11 de agosto de 2005 | 09h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.