Lucro do Unibanco cresce 97% em 2007, para R$ 3,448 bi

No quarto trimestre, lucro líquido do banco somou R$ 827 milhões, avançando 43,6% sobre igual período de 2006

Silvia Araujo, da Agência Estado,

14 de fevereiro de 2008 | 08h06

O Unibanco registrou lucro líquido consolido de R$ 3,448 bilhões em 2007, mostrando expansão de 97% sobre 2006, quando o banco lucrou R$ 1,75 bilhão. Isoladamente no quarto trimestre, o banco lucrou R$ 827 milhões, apresentando crescimento de 43% sobre o mesmo período de 2006.   Conforme a instituição, descontando os eventos não recorrentes, o lucro alcançou R$ 2,6 bilhões, com evolução de 17,6% sobre o exercício anterior. O retorno sobre o patrimônio ficou em 24,5%.   O retorno sobre o patrimônio líquido médio ficou em 31,7%. Já o retorno sobre o patrimônio médio anualizado do trimestre ficou em 31,4%. O lucro recorrente do trimestre somou R$ 715 milhões, com retorno de 26,8%.   As receitas da intermediação financeira totalizaram R$ 17,252 bilhões, praticamente igual aos R$ 17,278 bilhões de 2006. O resultado da intermediação financeira ficou em R$ 8,353 bilhões, com evolução de 14,4%. O resultado operacional somou R$ 4,097 bilhões no ano e foi 15,6% maior do que no exercício anterior.   Ativos   O Unibanco encerrou 2007 com ativos totais de R$ 149,597 bilhões, com variação positiva de 44,2% sobre 2006. Conforme o banco, desse crescimento, destaca-se R$ 16,1 bilhões da carteira de crédito, sobretudo nos segmentos de consignado, financiamento de automóveis, cartões de crédito e pequenas e médias empresas.   A carteira de crédito de varejo atingiu R$ 38,835 bilhões no ano, com evolução de 49,7%, influenciada principalmente pelas expansão de 143,5% do crédito consignado e de 91,6% no financiamento de veículos. Os cartões de crédito mostraram expansão de 35% e a carteira de pequenas e médias empresas avançou 43%.   No trimestre a carteira de varejo aumentou 13,2%, sendo que os financiamentos de automóveis subiram 22,6% e a carteira de cartões saltou 21%. Nesse período, o crédito consignado apresentou incremento de apenas 2,6%. Pequenas e médias empresas teve crescimento de 16,8%. A carteira de financiamento imobiliário cresceu 15% no ano e 21% no trimestre   Os resultados dos eventos não recorrentes do banco em de 2007, deduzido R$ 1,105 bilhão em provisões, somaram R$ 848 milhões. Os ganhos provenientes dos IPOs da Bovespa Holding, BM&F, somados aos resultados demonstrados no terceiro trimestre e segundo trimestre referentes ao IPO da Redecard, à alienação de parcela da participação na Serasa e à variação de participação societária na Unibanco Participações Societárias S.A., representaram os eventos não recorrentes do exercício.   No quarto trimestre, foi realizada a amortização integral do ágio referente à Soneacred. No final de 2007, o patrimônio líquido do banco era de R$ 11,837 bilhões, com crescimento de 19,3% sobre dezembro de 2006.

Tudo o que sabemos sobre:
Unibanco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.