Lucro dos bancos cresceu 49,53% no 1º trimestre

O lucro dos bancos apresentou um crescimento de 49,53% no primeiro trimestre do ano em comparação com o mesmo período de 2004. O ganho obtido pelas instituições financeiras passou dos R$ 5,560 bilhões do ano passado para o valor recorde de R$ 8,314 bilhões. Os lucros foram puxados pela cobrança de tarifas e ganhos obtidos com operações de crédito. Os dados do Banco Central mostram que os empréstimos com desconto em folha, criados no governo Luiz Inácio Lula da Silva, são um dos fatores que explicam a maior lucratividade dos bancos.Entre os 50 maiores bancos do sistema financeiro nacional, a elevação dos lucros chegou a 53,74% no primeiro trimestre em relação a igual período do ano passado. De acordo com levantamento do Banco Central, o resultado positivo das grandes instituições aumentou dos R$ 4,043 bilhões de 2004 para R$ 6,216 bilhões. No primeiro trimestre de 2003, os 50 maiores bancos tinham registrado um lucro de R$ 4,560 bilhões.O incremento dos ganhos veio acompanhado de um aumento de 25,37% das receitas obtidas com a cobrança de tarifas. O valor das receitas de tarifas, de acordo com o levantamento do BC, passou dos R$ 7,877 bilhões do primeiro trimestre do ano passado para R$ 9,876 bilhões nos primeiros três meses deste ano. Nos 50 maiores bancos, os ganhos com tarifas subiram 22,97%. Com isso, o valor total das receitas alcançou a marca dos R$ 9,323 bilhões no final do primeiro trimestre do ano. Em igual período do ano passado, as receitas com tarifas dos 50 maiores bancos tinham ficado em R$ 7,581 bilhões.O BC detectou, ao mesmo tempo, uma elevação de 24,15% das receitas dos bancos com a realização de operações de crédito. O total destas receitas, em função desta variação, foi elevado dos R$ 28,596 bilhões do primeiro trimestre do ano passado para R$ 35,501 bilhões. Este crescimento pode ser atribuído ao próprio aumento do volume de operações de crédito, em especial dos empréstimos com desconto em folha. Nos 50 maiores bancos, os ganhos com crédito subiram 26,61% e passaram dos R$ 23,273 bilhões do primeiro trimestre do ano passado para R$ 29,465 bilhões.Os lucros obtidos com a negociação de títulos públicos e privados, por sua vez, aumentaram 6,16% no primeiro trimestre deste ano. Com isso, o ganho dos bancos com estas operações passou dos R$ 17,708 bilhões do primeiro trimestre do ano passado para R$ 18,798 bilhões. O aumento, neste caso, pode ser explicado como uma conseqüência direta da elevação da taxa básica de juros promovida pelo BC. O aumento destas receitas nos 50 maiores bancos ficou em 5,23%. O ganho destas instituições, com isso, foi elevado dos R$ 16,904 bilhões do primeiro trimestre de 2004 para R$ 17,788 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.