Lucro líquido da E.ON avança 6% no 1º semestre

A E.ON, maior companhia de energia elétrica alemã, viu o lucro líquido subir 6%, beneficiada pelo maior ganho com a alienação de ativos.

AE, Agencia Estado

13 de agosto de 2013 | 03h44

O lucro líquido ficou em 3,07 bilhões de euros (US$ 4 bilhões) no primeiro semestre, ante os 2,89 bilhões de euros um ano antes, disse o grupo nesta segunda-feira.

No entanto, o lucro antes de impostos e outros efeitos caiu 42%, para 1,91 bilhão de euros. No ano passado, o resultado foi bastante superior porque considerava o pagamento de compensação de cerca de 1 bilhão de euros relacionados a um acordo de fornecimento com a Gazprom OAO, da Rússia.

Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de 5,7 bilhões de euros, quase 15% abaixo do valor reportado um ano antes, de 6,7 bilhões de euros. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
alemanhaeonlucro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.