finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Lucro líquido do Unibanco cresce 17,8% no 3o trimestre

O Unibanco divulgou nestaquinta-feira lucro líquido recorrente de 667 milhões de reaisno terceiro trimestre, um avanço de 17,8 por cento sobre igualperíodo de 2006, impulsionado por um crescimento nas carteirasde financiamento de veículos, crédito consignado e pequenas emédias empresas. O resultado ficou acima da média de previsões de cincoanalistas consultados pela Reuters, que indicava ganhorecorrente de 622 milhões de reais. No segundo trimestre, oUnibanco teve lucro ajustado de 638 milhões de reais. Sem os ajustes que incluem um ganho de 680 milhões de reaiscom a oferta pública inicial de ações da empresa de cartõesRedecard, o Unibanco teve um lucro líquido de 1,2 bilhão dereais no terceiro trimestre, um salto frente aos 106 milhões dereais de um ano antes. O retorno sobre patrimônio líquido médio anualizado antesde itens extraordinários, importante indicador da lucratividadede um banco, cresceu no período de 24,8 por cento para 26,5 porcento. A carteira de crédito atingiu 55,9 bilhões de reais aofinal de setembro, evolução de 29 por cento sobre o mesmoperíodo do ano passado. O destaque no período foi o financiamento de automóveis,que avançou 70,6 por cento, para 7,17 bilhões de reais. Ocrédito a pequenas e médias empresas subiu 37,1 por cento ecartões cresceu 31,2 por cento. O Unibanco fechou o trimestre com ativos totais de 133,92bilhões de reais, crescimento de 31,4 por cento na comparaçãocom o terceiro trimestre de 2006.

ALBERTO ALERIGI JR, REUTERS

08 de novembro de 2007 | 08h46

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSUNIBANCORESULTS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.