Lucro trimestral do banco Bear Stearns cai 79%

Receita foi de US$ 3,4 bilhões, 29,16% inferior à do mesmo período do ano anterior

Patrícia Fortunato, da Agência Estado,

14 de abril de 2008 | 19h28

O banco americano Bear Stearns divulgou hoje, com atraso, seu balanço de primeiro trimestre e anunciou lucro líquido de US$ 115 milhões, 79,24% menos que em igual período de 2007 - àquela época, o Bear lucrou US$ 554 milhões. No trimestre encerrado em 29 de fevereiro, a receita do Bear Stearns foi de US$ 3,4 bilhões, 29,16% inferior à do mesmo período do ano anterior.No mês passado, em meio à crise de crédito americana que quase quebrou o Bear Stearns, o banco fechou um acordo de venda para o JPMorgan por cerca de US$ 250 milhões, em uma operação que envolveu a linha de financiamento emergencial do banco central dos Estados Unidos (Fed). Ao divulgar o resultado trimestral, o Bear relatou que recebeu notificação da Securities and Exchange Comission (SEC, órgão regulador do mercado de capitais dos EUA) e que também foi procurado pra prestar informações à Comissão Federal de Negociação (FTC, na sigla em inglês). A SEC investiga possíveis práticas anticompetitivas na indústria de derivativos municipais, enquanto a FTC analisa os serviços da EMC Mortgage, subsidiária do Bear Stearns. O banco disse que está cooperando tanto com a SEC quanto com a FTC.A Comissão Federal de Negociação acredita que a EMC e o Bear podem ter violado os estatutos federais de proteção ao consumidor. De acordo com o Bear, a FTC "requisitou oportunidade para resolver o assunto por negociação consentida, antes que busque aprovação para entrar com uma queixa", diz o Bear. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.