Lula acompanha teste industrial para produção de biodiesel

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva acompanha hoje de manhã a realização do primeiro teste industrial da tecnologia desenvolvida pela Petrobras para a produção do H-BIO, novo tipo de óleo diesel resultante da mistura de óleos vegetais (de soja ou outros) com petróleo. A cerimônia ocorre às 10h45, na Refinaria Getúlio Vargas (Repar), em Araucária, cidade do leste paranaense distante 27 quilômetros de Curitiba. Antes, em companhia dos ministros do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, e da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, Lula assiste à coleta da amostra de óleo diesel obtido por meio do novo processo. Inédito no mundo, o processo de refino do H-BIO será detalhado pelo presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli, e o diretor de Abastecimento, Paulo Roberto Costa. Depois dos discursos e de um almoço com funcionários da refinaria, Lula deixa o Paraná com destino ao Rio Grande do Sul onde desembarca, às 15h50, no aeroporto de Passo Fundo. No município conhecido como Terra de Gente Boa, ele lança a pedra fundamental da usina BSBIOS, primeira indústria de biodiesel do país a ter financiamento aprovado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no âmbito do Programa de Apoio Financeiro a Investimentos em Biodiesel. A previsão é de que a unidade comece a funcionar em 2007, com expectativa de produzir 100 milhões de litros de biodiesel ao ano. No processamento do combustível serão usados a soja, o girassol e a canola cultivados por cerca de 4,1 mil agricultores familiares em cerca de 100 municípios gaúchos. Segundo a Radiobras, o presidente e comitiva permanecem no distrito industrial de Passo Fundo até às 18h30, quando viajam para Brasília. O desembarque na Base Aérea está previsto para as 21h20.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.