Lula acredita que economia está na rota de crescimento

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que "a maré e o vento estão muito favoráveis neste momento" e que "a economia brasileira definitivamente entrou na rota do crescimento". Ele discursou em cerimônia no Palácio do Planalto em que foram assinados os contratos para a implantação do programa Luz para Todos, que pretende levar energia até 2008 a 12 milhões de pessoas que hoje não têm acesso ao serviço.Lula disse ter dois motivos para estar alegre. O primeiro é a assinatura desse programa e o segundo é devido à boa situação que o País atravessa. O presidente disse que muita gente faz julgamentos precipitados e não espera que as coisas aconteçam para ver se valeu a pena. Ele disse, no entanto, não ter dúvidas de que a economia está na rota do crescimento, lembrando que há sempre coisas a serem feitas. "O nosso desafio não era garantir que o Brasil tivesse uma bolha de crescimento. Nós queremos dar sustentabilidade à política de crescimento até que o País vá crescendo e possa se firmar em um patamar histórico para que a gente possa discutir outras coisas porque o crescimento está garantido", afirmou.Lula disse que esse crescimento sustentado depende muito da capacidade de investimento do Estado, mas que ao longo dos últimos anos o Brasil vem perdendo essa capacidade. "Por isso, resolvemos ousar e apostar na parceria com o empresariado brasileiro". O presidente disse que essa parceria deve ter regras muito claras e que a assinatura dos contratos do programa Luz para Todos é um exemplo de como é possível dar passos mais largos.

Agencia Estado,

09 de junho de 2004 | 12h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.