Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Lula admite compensações para produtos prejudicados no Sul

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva admitiu, pela primeira vez, a possibilidade de o Brasil adotar "medidas compensatórias" para os produtores agrícolas da Região Sul, que estão sendo prejudicados pela concorrência dos países do Mercosul, particularmente da Argentina e do Uruguai. As principais preocupações do governo e do presidente Lula são com o arroz, o trigo, o alho, a carne, a farinha de trigo e com o vinho.Mas, de acordo com Lula, todas as medidas seriam tomadas de forma cautelosa para não criar um novo contencioso com a Argentina, com quem o Brasil já enfrenta um problema por causa das quotas para importação de produtos brasileiros, particularmente os eletrodomésticos."O governo tem de tomar medidas compensatórias internas para não criar adversidade com a Argentina, que é um grande parceiro comercial", disse Lula, em entrevista à Rádio Gaúcha, durante o churrasco que compareceu na noite de segunda-feira, oferecido por parlamentares gaúchos.

Agencia Estado,

21 de dezembro de 2004 | 16h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.