Lula afirma que decisão sobre os caças sairá no início de 2010

Presidente diz ainda que o Exército recebe o primeiro lote com 34 carros de combate

Tânia Monteiro, da Agência Estado,

14 de dezembro de 2009 | 14h25

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse na tarde desta segunda-feira, em almoço de confraternização com oficiais-generais, que no início de 2010 o governo deverá tomar a decisão sobre a compra dos aviões caça para equipar a Força Aérea Brasileira (FAB).

 

Ele se refere ao processo de compra que está em fase final na FAB, no qual disputam os modelos Rafale, da França, o F18 da Boieng (EUA) e o sueco, Gripen. No discurso, o presidente citou ainda que o Exército está recebendo o primeiro lote com 34 carros de combate que fazem parte de um projeto de 3 mil blindados que serão comprados pelo Exercito até 2030.

 

Lula destacou, também, a importância do programa de construção do submarino de propulsão nuclear, que está sendo implantado, além da construção de estaleiros. "Assim estamos tornando realidade o compromisso de modernizar e reaparelhar as três Forças", afirmou Lula, que neste momento está almoçando com os militares das três Forças.

 

Ele destacou também que na semana passada encaminhou ao Congresso Nacional o projeto de lei complementar 97, que fortalece o Ministério da Defesa e estende para a Marinha e a Aeronáutica o poder de polícia nas fronteiras, que hoje o Exército já tem.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Lulacaçasdefesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.