Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Lula, Alencar e Dirceu não comentam saída de Ilan

O Palácio do Planalto decidiu fazer silêncio sobre a demissão do diretor de Política Econômica do BC, Ilan Goldfajn. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que participou hoje do lançamento do plano de revitalização das ferrovias, não discursou no evento realizado no Palácio, e evitou aproximar-se dos jornalistas. O vice-presidente, José Alencar, que até ontem tecia duras críticas a manutenção dos juros em 26,5% ao ano, também calou-se. "Vocês estão pensando que eu sou ministro dos Transportes. Hoje é dia de falar de transporte", afirmou. Quando os jornalistas lhe perguntaram se Lula havia pedido que interrompesse as críticas à equipe econômica, Alencar respondeu que "não". O vice-presidente lembrou ainda que hoje assumirá interinamente a presidência da República. O ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, também preferiu o silêncio. Perguntado sobre a saída de Ilan, Dirceu sorriu e fez um gesto como se estivesse fechando com um zíper sua boca.Afonso Bevilaqua substitui Ilan Goldfajn no BCA estratégia para a saída de Ilan do Banco CentralMeirelles pediu a Ilan para ficar durante transiçãoRuídos sobre juros não forçaram saída, diz IlanSaída de Ilan não causa reflexo no mercado, diz Ciro

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.