bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Lula alerta para o risco de inflação de demanda

Presidente diz ser necessário investir porque se demanda for maior do que oferta 'vai tudo para o quiabo'

AE, Agencia Estado

05 de outubro de 2007 | 18h54

Após informar que recebeu do ministro da Fazenda, Guido Mantega, a informação de que a indústria atingiu o uso máximo de sua capacidade produtiva em 30 anos, o equivalente a 87%, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva alertou nesta sexta-feira, 5, para os riscos de inflação de demanda no País. Ele citou, como exemplo, que falta cimento, mas disse que na próxima semana haverá o anúncio de investimentos em cinco novas fábricas do produto no País. Lula também mencionou a escassez de vergalhões de aço para a construção civil e destacou ainda a falta de mão-de-obra no setor."Ontem, Guido Mantega, você me fez um comunicado: ''A indústria brasileira atingiu a sua capacidade máxima dos últimos 30 anos, da sua capacidade produtiva, 87%''. E se a gente, agora, não começar a fazer os investimentos necessários, nós corremos o risco de ter uma demanda maior do que a oferta, e aí tudo vai para o ''quiabo'' outra vez, porque a inflação volta, o mercado paralelo surge", disse Lula ao discursar na cerimônia de celebração do contrato para incorporação do Banco do Estado de Santa Catarina (Besc) pelo Banco do BrasilAo citar a falta de vergalhões, Lula avaliou: "A construção civil ficou 26 anos, não são 26 dias não, 26 anos, uma geração inteira crescendo zero ou 0,3%. Agora que ela voltou a recuperar o seu padrão de crescimento, a gente descobriu que não tem pedreiro, não tem azulejista e não tem engenheiro."Ainda no capítulo da mão-de-obra, o presidente também citou a falta de geólogos, fato que considerou como um obstáculo à complementação do levantamento geofísico do Brasil. "De repente, o País desabrocha, começa a crescer em todos os segmentos sociais, e nós agora precisamos nos preparar rapidamente, para poder dar vazão a isso", concluiu.

Tudo o que sabemos sobre:
Lulainflação de demanda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.