Lula atribui torcicolo a juro e derrota do Corinthians

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez uma breve menção ao aumento da taxa básica de juros, a Selic, em 0,50 ponto porcentual para 11,75% ao ano, decidido ontem pelo Comitê de Política Monetária (Copom), durante solenidade de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), na Vila São José, em Belo Horizonte. Lula teve que se ausentar do palco por cerca de 20 minutos, queixando-se de dor no pescoço. Ao retornar, afirmou: "Não sei se foi por causa dos juros, ou se pelo massacre sofrido pelo Corinthians ontem (contra o Goiás, pela Copa do Brasil, que perdeu por 3 a 1), só sei que acordei com o pescoço doendo. Acho que tudo junto me deu torcicolo", declarou o presidente.De acordo com informações da assessoria da Presidência, as dores no pescoço começaram ontem à noite e hoje pela manhã se agravaram. Com isso, o médico que atende o presidente, Dr. Cléber Ferreira, recomendou o uso de um colar cervical durante todo o dia de hoje, para reduzir os movimentos do pescoço.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.