Lula: Brasil e UE estão otimistas com Rodada Doha

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje, no Itamaraty, que tanto o Brasil quanto a União Européia estão otimistas sobre a possibilidade de conclusão da Rodada Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC), que pretende liberalizar o comércio mundial, mas enfrenta impasses.O tema foi discutido entre Lula e o presidente da Comissão Européia, José Manuel Durão Barroso, no início da tarde. De acordo com o presidente da República, acordos desta magnitude sempre são difíceis de serem concluídos pelos muitos interesses em jogo."Mas todos nós somos calejados e aprendemos, ao longo do tempo, que os grandes acordos são demorados. E são demorados porque têm coisas delicadas que envolvem decisões de muita gente", declarou Lula, enfatizando haver "boa vontade dos Estados Unidos, da União Européia e do G-20 neste momento".Durão Barroso, por sua vez, correspondeu ao otimismo do presidente Lula. "Nós acreditamos que é possível" (concluir a Rodada Doha) se todos fizermos um grande esforço. Isso será bom para a economia mundial, que precisa de boas notícias. Se fecharmos a Rodada Doha, será uma excelente notícia", ressaltou o presidente da Comissão Européia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.