Lula colocará Brasil em rumo melhor, dizem EUA

O secretário do Tesouro norte-americano, John Snow, disse em seminário sobre crises e oportunidades na América Latina, promovido pelo Conselho das Américas, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva "colocará o País em um rumo muito melhor, com padrão de vida mais alto, crescimento econômico e verdadeira prosperidade".Snow fez o comentário falando da visita ao Brasil neste mês. "Não há como estar com pessoas como o presidente Lula, o ministro (da Fazenda, Antonio) Palocci ou o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, e não sair do encontro profundamente encorajado de que o mais alto escalão do governo brasileiro está comprometido com políticas econômicas razoáveis", afirmou.Ele disse que falou ao presidente brasileiro sobre a diferença que há entre acertar a economia e acertar na política e na economia. "Eu falei para Lula que um grande número de pessoas dirá a ele o que tem que ser feito em termos de questões econômicas, mas que a verdadeira habilidade é saber como administrar a economia em conjunto com liderança política para fazer as reformas da forma como está acontecendo no Brasil", afirmou.Segundo ele, Lula respondeu, afirmando que se escutasse esse tipo de economistas (os que falam apenas sobre questões econômicas), ele não iria a lugar nenhum, mas desistiria. "Não é por acaso que a economia é conhecida como a ciência da frustração", disse o secretário. Ele disse que, nesse momento, Lula tirou a caneta e anotou a observação. Snow disse que em seus encontros com parlamentares no Brasil eles garantiram que aprovarão as reformas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.