Lula convida Morales para visita oficial ao Brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva convidou o presidente da Bolívia, Evo Morales, para uma visita oficial ao Brasil em 20 de setembro próximo. O encontro tem como objetivo a assinatura de protocolos de cooperação bilateral.A informação foi prestada pelo presidente brasileiro depois de um encontro que ele manteve com Morales, que participa da cúpula do Mercosul, em Córdoba, na Argentina. No encontro, Lula deixou claras duas posições, conforme relatou: em primeiro lugar, não discutirá questões relativas a exploração e comércio de gás, que continuam a ser negociadas pela Petrobras. "Não é um assunto do presidente, por enquanto", afirmou.Outra questão, segundo Lula, diz respeito à "boa vontade" do governo brasileiro em prestar ajuda e cooperação com a Bolívia. Entre os temas que Lula mencionou estão o projeto de construção de um pólo gás-químico binacional, no lado boliviano da fronteira comum entre os dois países; o controle da febre aftosa e a construção de uma "carretera" (rodovia) que permitirá o acesso do Brasil ao Oceano Pacífico e terá financiamento brasileiro.Lula disse, também, que pretende trazer a Bolívia para o Mercosul como sócio pleno. Questionado por um jornalista se considera ótima a relação entre Brasil e Bolívia, Lula ironizou: "Igual com vocês, muito boa", numa referência ao fato de que, em seu governo, contatos entre jornalistas e autoridades são, freqüentemente, marcadas de tensão e cheias de obstáculos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.