Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Lula: cresce chance de zerar déficit nominal público

Na mensagem enviada hoje ao Congresso Nacional, por ocasião da abertura do ano legislativo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirma que se torna "cada vez mais realista" a perspectiva de o Brasil eliminar o déficit nominal do setor público ao longo dos próximos anos. "A consistência macroeconômica é reforçada pela solidez das contas fiscais", diz o texto, ressaltando que em 2007 a combinação de "um elevado superávit primário com a diminuição do custo da dívida pública viabilizou uma redução relevante do déficit nominal - que alcançou seu menor nível histórico."A mensagem apresenta a solidez fiscal, a estabilidade monetária e a solidez das contas externas como os três fatores que, com a existência de mecanismos adequados de financiamento, colocam o País em uma inédita fase de crescimento. "O atual ciclo de crescimento da economia brasileira tende a ser mais sustentável que os ciclos de expansão das últimas décadas", diz o texto."Nesse ambiente de forte expansão da renda e do consumo, a dúvida que surge é: será que o crescimento é sustentável? A resposta é sim", afirma a mensagem presidencial, destacando que a sustentabilidade ocorre porque a expansão econômica do País se dá sem comprometer o equilíbrio macroeconômico, ou seja, o desenvolvimento é financiado adequadamente.

FABIO GRANER, Agencia Estado

06 de fevereiro de 2008 | 18h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.