finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Lula: crise é problema dos Estados Unidos, não meu

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que não vê possibilidade de haver uma crise financeira no País em decorrência das turbulências no mercado financeiro internacional. "Isso é problema dos Estados Unidos e do bancos americanos, não é meu. Eu não estou preocupado com isso", afirmou Lula no encerramento do almoço que teve com o presidente do Benin, Boni Yaji, no Palácio do Itamaraty.O presidente avaliou que a economia brasileira não será afetada por essa crise. Contou que ontem chamou o ministro da Fazenda, Guido Mantega, no Palácio do Planalto, e, conforme seu próprio relato, perguntou: "isso vai chegar na gente?". De acordo com o presidente, Mantega respondeu que a entrada de dólares no País tem sido positiva. "E quem tem um colchão de US$ 160 bilhões não tem com que se preocupar", destacou Lula. "Quem tem que ficar preocupado com isso são os bancos americanos que investiram em fundos imobiliários", completou.

CHRISTIANE SAMARCO, Agencia Estado

15 de agosto de 2007 | 16h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.