Lula cumprimenta Kirchner por acordo com FMI

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva telefonou na noite desta terça-feira para "dar os parabéns" ao presidente da Argentina, Nestor Kirchner, pelo fechamento do acordo com o Fundo Monetário Internacional. Lula disse a Kirchner da "satisfação" pela negociação bem sucedida e que ela facilitará a superação dos problemas enfrentados pelo sócio do Mercosul. O presidente brasileiro estava apreensivo com os desdobramentos que poderiam ocorrer caso o governo argentino decidisse pelo não pagamento da parcela de US$ 3,1 bilhão que venceu hoje.

Agencia Estado,

09 Março 2004 | 19h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.