Lula defende ampliação de recursos para fazer um 'PACão'

Presidente fala em dobrar investimentos do PAC diz que País 'nunca será o mesmo' depois do programa

Tânia Monteiro, de O Estado de S. Paulo,

19 de março de 2008 | 17h48

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu nesta quarta-feira, 19, a ampliação dos recursos aplicados no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). "Quem sabe a gente possa fazer um 'PACão', o dobro do que é hoje", afirmou. E comentou: "este país nunca será o mesmo depois da execução desse programa".   Veja também: 'Presidente não pode mentir', diz Lula sobre números do PAC   Para ele, a pressa na execução dos programas do PAC é necessária principalmente porque este ano tem eleição e isso pode atrapalhar a assinatura de projetos. Lula ainda apelou aos funcionários que não deixem nada para amanhã.   Além disso, o presidente voltou a dizer que quer visitar as 27 capitais e ressaltou a importância das obras. Ele destacou também o projeto de urbanização das favelas. Na sua avaliação, o Estado brasileiro está "chegando lá".   "Será a primeira vez que o estado vai competir com o crime organizado. É a primeira vez que vamos fazer a reparação de erros de séculos. O PAC é isso", definiu.

Tudo o que sabemos sobre:
PACLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.