Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Lula defende blindagem do Brasil à crise financeira

O presidente, Luiz Inácio Lula da Silva voltou hoje a defender a blindagem do País à crise financeira mundial, dizendo que o Brasil "por enquanto" está seguro. Para Lula, a crise dos fundos imobiliários americanos não desestabilizará a economia brasileira porque o governo "fez um trabalho de formiguinha", e não loucuras com a economia. "Eu aprendi desde pequeno que a gente só cuida bem do salário que ganha porque senão no final do mês falta dinheiro. Nós tratamos assim a economia brasileira. Nos preparamos para o inverno, juntamos o que precisávamos juntar de reservas e estamos com a economia sólida", disse ele aos jornalistas, ao chegar para a inauguração de novas instalações do Colégio Pedro II, instituição federal de ensino médio em Realengo, na zona norte do Rio. Lula confundiu por três vezes os fundos imobiliários norte-americanos de alto risco - que estão desencadeando a crise financeira dos EUA e abalando o mercado mundial - com os fundos de pensão. Ao falar sobre o cenário da crise nos Estados Unidos, ele disse que isso tem afetado alguns "fundos de pensão (sic) que apostaram e ganharam dinheiro muito fácil".

FABIANA CIMIERI, Agencia Estado

16 de agosto de 2007 | 20h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.