finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Lula defende marco regulatório para acelerar investimento

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu o estabelecimento de um novo marco regulatório que dê mais velocidade aos investimentos. A idéia foi apresentada a uma platéia de empresários, no encerramento do seminário "Obstáculos e Soluções para o Desenvolvimento da Infra-Estrutura", promovido pela Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de Base (Abdib). Lula disse que, a partir da experiência do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), será possível mapear os principais pontos de estrangulamento dos investimentos no País. "Nós poderemos fazer a proposta de um marco regulatório que possa facilitar para que as coisas aconteçam daqui para a frente, para que a gente não fique um jogando a culpa em cima do outro, como habitualmente acontece no Brasil", disse o presidente. "A culpa é do Ministério do Meio Ambiente, a culpa é do Ministério do Planejamento, a culpa é do Ministério Público, a culpa é do Instituto Ambiental estadual, a culpa é do prefeito, é do governador, do presidente da República, ou seja, é uma casa que não tem pão, todo mundo reclamando, e termina que ninguém tem razão."A sinalização de Lula foi uma resposta ao comentário feito hoje pelo presidente da Abdib, Paulo Godoy, segundo o qual os investimentos precisam ganhar velocidade para atender à demanda que será gerada pelo crescimento econômico. O presidente da entidade também disse que os balanços quadrimestrais que o governo tem feito a respeito do PAC gerarão um importante subproduto, que é um diagnóstico sobre os principais obstáculos ao investimento em infra-estrutura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.