Lula defende transparência no sistema financeiro mundial

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu, em almoço hoje com o primeiro-ministro da Holanda, Jan Peter Balkenende, o aumento da transparência e da estabilidade no sistema financeiro internacional, assim como uma conclusão justa e equilibrada para a Rodada Doha, da Organização Mundial do Comércio. "Esse passo histórico é ainda mais importante, no momento em que a economia internacional passa por uma turbulência sem precedentes nas últimas décadas. É imperativo aumentar a transparência e a estabilidade do sistema financeiro internacional, sobretudo para proteger os países mais vulneráveis.Para isso tenho defendido a democratização da tomada de decisões no Fundo Monetário Internacional e no Banco Mundial", afirmou o presidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.