Lula deve receber proposta de banda larga no dia 24

Para membro do governo, serviço no Brasil ainda é para 'poucos, concentrado, lento e caro'

GERUSA MARQUES, Agencia Estado

16 de novembro de 2009 | 13h19

A proposta para a implantação do Plano Nacional de Banda Larga que vem sendo elaborada por um grupo técnico do governo será apresentada ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na terça-feira da próxima semana, dia 24, às 15h30. A informação é do coordenador dos programas de inclusão digital do governo federal, Cezar Alvarez.

 

"A banda larga no Brasil ainda é para poucos, concentrada, lenta e cara", disse Alvarez, ao participar hoje do seminário "Alternativas para o Desenvolvimento da Infraestrutura e do Acesso em Banda Larga", promovido pela Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), da Presidência da República.

 

Segundo ele, o desafio do Brasil é massificar a banda larga e fazer com que os serviços de internet em alta velocidade cheguem a todos os lugares do País, com qualidade e preços acessíveis. A proposta, segundo Alvarez, "pretende impulsionar e estruturar um grande sistema nacional de banda larga que favoreça a competição, que seja para o público e o privado, rápida, barata, segura e acessível a todos os cidadãos e instituições do Brasil".

Tudo o que sabemos sobre:
tecnologiaLulabanda larga

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.