Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Lula diz que BNDES deve liberar R$ 157 bilhões em 2009

Valor equivale a quase 4 vezes os R$ 40 bi liberados em 2004; até outubro, banco já emprestou mais de R$ 100 bi

LEONARDO GOY, Agencia Estado

23 de outubro de 2009 | 13h15

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta sexta-feira, 23, que o volume de financiamentos contratados a ser liberado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) neste ano deverá atingir R$ 157 bilhões, o que equivale a quase quatro vezes os R$ 40 bilhões liberados em 2004. Segundo Lula, esses dados foram apresentados a ele nesta semana pelo presidente do banco, Luciano Coutinho. Na quinta-feira, Coutinho afirmou que os desembolsos do banco este ano somarão entre R$ 120 bilhões e R$ 130 bilhões e que os empréstimos do banco já haviam superado R$ 100 bilhões no ano.

 

Veja também:

link BNDES já emprestou mais de R$ 100 bi

Em seu já tradicional discurso em defesa dos bancos públicos, Lula continuou afirmando que, neste ano, somente o Banco do Brasil vai disponibilizar a mesma quantidade de crédito que todo o sistema financeiro nacional colocou na praça em 2003. Lula também defendeu o papel do Estado na economia. "Tenho orgulho quando leio na imprensa que sou defensor do Estado. A crise provou que o Estado tem que ser sólido".

O presidente também voltou a criticar o comportamento de algumas empresas no auge da crise. "Alguns setores empresariais se acovardaram e pisaram no breque de forma abrupta", disse, durante evento no qual ratificou decisão do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) de antecipar, de 2013 para janeiro de 2010, o início da mistura obrigatória de 5% de biodiesel ao diesel comum.

Tudo o que sabemos sobre:
créditoBNDESLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.