finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Lula diz que conversa com Kirchner foi a melhor possível

Depois de reunir-se por mais de uma hora com o presidente da Argentina, Néstor Kirchner, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que a conversa foi a melhor possível. "A Argentina é tão importante na sua relação com o Brasil quanto o próprio Brasil. Achamos que o sucesso da Argentina é o sucesso do Brasil, pois os dois países têm muita responsabilidade no fortalecimento do Mercosul", afirmou.O presidente brasileiro negou que seu colega argentino tenha ficado decepcionado com a posição brasileira quando a Argentina deu um calote na dívida externa. De acordo com Lula, este tema não foi abordado. "Se nós, presidentes da República, formos fazer política internacional baseados em informações que saem em um ou outro jornal, não faremos política internacional", disse. "Nada, absolutamente nada, criará qualquer problema na relação Brasil-Argentina porque há uma decisão dos dois governos de priorizar essa relação. E o sucesso de um depende do sucesso do outro".Lula disse que também não conversou com Kirchner sobre um possível apoio argentino à candidatura do Brasil a um assento permanente no Conselho de Segurança da ONU.

Agencia Estado,

24 de setembro de 2003 | 15h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.